Resenha: A menina que roubava livros

ameninaqueroubavalivros (1)

Este mês saíra nas telonas, o que acredito, ser um filme muito esperados por todos. A adaptação do livro A menina que roubava livros. Como li o livro há pouco tempo resolvi fazer uma breve resenha para os que ainda não tiveram a oportunidade de ler terem uma ideia do que será o filme.

O livro conta a história de Liesel Meminger, a história da garota é narrada pela morte. Liesel se deparou com a morte três vezes, nas quais nas três saiu viva. Mas é difícil para ela lidar com a morte de pessoas que a cerca e que ela tanto ama.

A Alemanha esta sobre o governo de Hitler e está passando por guerras, o trabalho da morte está dobrado, já que a todo o momento tem de resgatar as almas. A história é contada de 1939 a 1943. Quando Liesel e seu irmão estão sendo levados para serem adotados. Mas no percurso há um acidente de trem que tira a vida se seu irmão e deixa Liesel desconsolada. No entanto, no enterro um coveiro deixa cair um livro, o primeiro livro que Liesel roubaria ao longo desses anos, com o título “O manual do coveiro”, o livro que iria ensina-la a ler.

Em seguida Liesel é deixada na rua Himmel na cidade de Molching próxima a Munique na casa de Rosa e Hans Hubermann, com o tempo ela pega uma grande afeição pelo pai adotivo, o que demora um pouco mais para acontecer com Rosa. O pai ensina a menina a ler e então ela descobre a paixão pelas palavras, que mais tarde virá a salvar a vida dela.

Outras pessoas aparecem na vida da menina e conquistam o seu carinho. Rudy, seu melhor amigo, a mulher do prefeito, que virá a se tornar uma grande amiga de Liesel (e que sua biblioteca será um local muito colaborador para os futuros furtos da menina) e Max Vandenburg, o pai de Max salvou a vida de Hans uma vez na guerra e Hans disse a família que devia-os um grande favor, então um dia o judeu bate a porta de Hans e começa a morar no seu porão e com o tempo torna-se uma pessoa insubstituível para Liesel.

É uma história muito boa, brilhante na verdade, porém muito triste, mas que vale muito a pena ser lida. O autor se expressa de uma maneira fácil e torna a leitura, uma leitura muito agradável e te leva a se ver no meio da história. A diagramação é muito boa, as páginas são amareladas e ele conta com algumas ilustrações. Estou louca para assistir ao filme que irá para estreia no dia 31 de janeiro. E assim que eu assistir ao filme farei uma resenha comparativa aqui no blog.

ameninaqueroubavalivros (2)

ameninaqueroubavalivros (3)

ameninaqueroubavalivros (4)

ameninaqueroubavalivros (5)

ameninaqueroubavalivros (6)

ameninaqueroubavalivros (7)

ameninaqueroubavalivros (10)

 

Anúncios

2 comentários sobre “Resenha: A menina que roubava livros

  1. Andressa disse:

    oi leh .. adoro seu blog
    depois de tanto falarem desse livro resolvi ler e gostei tanto que fiz uma resenha em video gostaria muito q vc assistisse

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s