Novo caminho

pensando

Naquele dia para ela nada mais importava além de todos aqueles arranhões pelo coração. Ela podia sentir escorrer de dentro de si o vazio tão escuro que alguém deixou e sentia escorrer junto com ele todo o futuro sem gravidade que estava por vir.

Ela pressentia no gélido de seus ossos que seus planos mudariam, sem qualquer chance de saber se era assim que gostaria que fosse. Ela percebeu que desde aquele momento ela não poderia mais controlar o rumo de seus passos e talvez eles a levassem para um lugar onde ela não gostaria de estar.

Fechou os olhos e respirou bem fundo, como quem toma fôlego antes de um mergulho e desejou de todo seu coração machucado e fraco que não importasse o que viesse, que ao menos fizesse sol para que a caminhada fosse tão bonita como um dia feliz.

Sorriu desajeitada buscando ter firmeza no primeiro passo rumo ao novo caminho. Recolheu no coração toda tristeza, fechando bem no fundo para que nada voltasse a superfície. Agora dependia dela. Precisava seguir em frente, um passo de cada vez, o desconhecido a aguardava e ela tinha fé, ele poderia ser surpreendentemente maravilhoso.

 

Anúncios

As ruínas desse amor!

ruinas

Ainda estou presa ao momento em que você deu as costas e eu permaneci olhando a porta se fechar lentamente. Você nunca vai saber, mas eu chorei feito uma criança naquele dia. Eu queria poder consertar todos os nossos erros, mas você desistiu antes que eu pudesse tentar. Eu te disse coisas absurdas e você se quer tentou mudar. Você me feriu com palavras e atitudes frias e eu não fiz nada para te fazer desistir de ir embora.

Os nossos sonhos foram se perdendo junto com nossas esperanças e a nossa casa esta com a pintura ruída pelo tempo, assim como o que restou desse amor. Todas aquelas acusações sem sentido,  todo aquele sentimento confuso esta se refletindo agora em mim e em você enquanto deixamos morrer o que já foi bonito.

O jardim que você construiu com tanta avidez, agora se perde em folhas secas e flores mortas. Toda a beleza daquela árvore onde eu costumava ler e você deitar sobre meu colo, nada já não existe lá, apenas um tronco seco e sem vida.

Eu lutaria mais uma vez se tivesse chance, mas quando você foi embora, levou consigo todas as minhas forças. Sem olhar para trás você me abandonou e eu deixei que você o fizesse. Agora essas feridas aqui dentro estão corroendo o pouco de sentimento que restou, mas não há esperança enquanto vejo  as paredes da nossa casa desmoronando, sem qualquer chance de se reconstruírem. Assim como eu e você.

Acho que é hora de dizer adeus e procurar um novo lar.

 

A magia de se descobrir grávida!

gravida

De repente você se descobre grávida! E agora? Independente de estar esperando ou não (como no meu caso) é uma surpresa sem tamanho, imensurável, pois você sabe que a partir daquele momento tudo vai começar a mudar e mais importante, você está se tornando responsável por uma vida.

Desse momento em diante seu corpo vai se transformar, seus sonhos e metas vão começar a girar em torno daquele “serzinho” pequenino crescendo dentro de você. Você terá que se adequar a tudo que está por vir: enjoos, preocupações, medos… tudo começa a ser novo, mas de uma forma mágica, única e boa.

Claro, não é bom ter enjoos, mas quando você sente o primeiro tremorzinho na barriga, quando você escuta o coração batendo, quando você assiste ao ultrassom, seu mundo se colore e já não importam azias, tonturas e cansaço. Não importam inchaços e noites mal dormidas por tantas idas ao banheiro. Aquela “coisinha” precisa de você e você percebe que também não pode viver mais sem ela.

A magia de sentir uma vida crescer ali dentro, de preparar o quarto, o enxoval, até mesmo pensar na escola, no futuro do seu filho, não há como descrever. Você deixa de ser importante para satisfazer as necessidades de quem está chegando.

Estar grávida é amar quem você ainda nem conhece, contar os dias, as horas para ver o rostinho, pegar no colo, ninar. Tudo é uma imensidão de sentimentos que transborda de dentro do coração e se transforma na forma mais linda de amor!

 

Não perca a fé

fé

E quando todo caminho desandar e estiver perdido, menina não perca a fé. Quando todas as incertezas baterem em sua mente, não perca a fé. Se parecer chover por dias, não perca a fé, o sol ainda esta brilhando em algum lugar do mundo.

Às vezes a vida machuca, às vezes a gente cai, às vezes as pessoas nos magoam, às vezes parece que nada faz sentido, mas menina, não perca a fé. Os dias continuam, as estrelas surgem depois de um dia difícil e mesmo que esteja nublado, você sabe que elas estão lá, então, não perca a fé, não esqueça quem você é.

Tenha fé em quem mais tem fé em você. Tenha fé naquele sorriso bobo de quem te vê chegar. Tenha fé nos amigos que se preocupam, que estão sempre lá, não importa o que aconteça. Tenha fé nos pequenos gestos. Tenha fé na família que te ama, apesar dos seus defeitos. Tenha fé nas pessoas que acreditam em sua capacidade.

Acredite! Porque assim como os dias alegres acabam, os dias dias tristes e pesados também chegam ao fim e em todos eles sempre haverá uma chance de começar de novo, por isso nunca perca a fé! A vida continua e ela acredita em você!

Liberdade

viagem

Viajar para bem longe. Sumir. Evaporar. Deixar tudo para trás sem pensar, sem olhar. Cair na estrada e viver a vida que quiser. É isso que todos queremos, viver sentados olhando pelas janelas a paisagem, pensando que não existe nada mais importante que estar ali, livre de tudo. Livre dos problemas, das dúvidas dos medos.

Ir para longe muito longe até de nós mesmos. Tantas vezes queremos fugir, às vezes dos nossos próprios sentimentos. Fugir de algo que nos sufoca que nos impede de sermos aquilo que queremos. Nos impede de ser aquele observador sentado na janela do ônibus de viagem. Ou aquela sonhadora livre que não tem medo de buscar seus sonhos.

Cada um de nós busca uma liberdade linda, grande, plana, mas ao mesmo tempo se prende a detalhes, a matéria, se prende a coisas fúteis, desenxabidas, com sentido apenas para nós. Como ser livre dessa maneira? Dependendo de outras opiniões para formar as nossas?  Como ser livre se prendendo a enganos, medos, meras vírgulas?

Todos nós queremos fugir, queremos liberdade. Todos queremos conhecer outros lugares e viajar sem o compromisso de ter dia para voltar, mas às vezes até a viagem mais simples, aquela para dentro de nós mesmos, não fazemos. Deixamos ela de lado, por medo, insegurança, abandonamos assim esse sonho de liberdade, esse sonho de sermos o que realmente queremos, independente de qualquer coisa.

Não tenha medo de querer viajar, de querer sentar na janela para observar a paisagem, mas não permaneça só ali olhando, seja também dono da vida. Viva, seja exemplo para alguém que olha da janela e busca a mesma liberdade. Comece a viver agora, pois ninguém sabe qual será a última estação.