Escreve aí…

large-1

Não acredite na ilusão daquelas músicas  do Luan Santana, ela não vai te esperar por 10, 20, 30 anos. Nem vai estar a sua disposição quando estalar os dedos. Quem ama de verdade valoriza, não fica lamentando o que perdeu.

Ela não vai mais acreditar nas suas mentiras. Não adianta agora dizer que sente falta, prometer que vai trocar tudo para estar com ela. Não adianta querer dizer que até seu sobrenome pode ser o dela, meu bem, ela sabe quem é você, sabe que não vale nem mesmo o esforço de mais uma chance.

Acordou tarde demais. Ela cansou, não percebeu? Não mudou de cidade, nem de telefone, mas conforme a letra, decidiu ser feliz e sem espaço para você. Ela insistiu, se perdeu, deixou que a levasse para te ver feliz e de nada adiantou. Você deveria ter ouvido mais quando a música tocava e dizia que “garotas não merecem chorar”, a letra estava certa.

Ela te avisou, ela deixou bem claro: “Ainda vou te esquecer… escreve aí!”. E você achando que ela não era forte o bastante.

Agora você só é passado, parte de uma música antiga que nem toca mais no rádio.

Hoje me permitirei amar você!

large

Hoje eu vou fechar meus olhos e te imaginar como é verdadeiramente. Hoje eu vou te entregar meu coração, ainda que você o quebre em pedaços, eu vou dá-lo à você. Hoje te entregarei a melhor parte que possuo, mesmo que você possa destruí-la. Também vou te entregar meu sorriso, torcendo para que você não o faça esmorecer.

Vou correr o risco de pular daqui, sem saber se você vai estar lá para me segurar. Vou abrir os braços sem receios ou dúvidas e acreditar que você vai estar lá por mim. Vou acreditar na beleza de te ver chegando. Na euforia que meu coração sente ao te ver feliz. Vou me deixar levar por seu beijo que me transborda de insensatez. Vou acreditar em nós.

Me permitirei sentir. Me permitirei ser. Me permitirei AMAR VOCÊ. Amar seu cabelo bagunçado e a bagunça gigantesca dentro de mim, causada por você. Amar sua mania de querer ter razão, mesmo quando eu estou certa. Amar todos os defeitos que te tornam único. Amar suas qualidades que te tornam um ser humano tão extraordinário.

Hoje vou deixar que o destino se encarregue do nosso futuro, pedindo que ele seja bom e que nossas escolhas sejam as certas, para que tenhamos uma chance de dar certo. Estarei te esperando, vou te entregar quem sou, toda errada, torta, mas feliz. Vou deixar que você faça parte dos meus sonhos, da minha vida!

De hoje em diante eu me torno morada em você e você vem morar em mim!

Cara, você é um imbecil

large (2)

Cara, você é um imbecil. Você deveria ter dado valor para aquele sorriso, você acha que ela sorri assim pra qualquer um. Cara tenho vontade de te encher de porrada, só de pensar que você conseguiu fazer uma garota como ela chorar, você sabe, como eu sei, ela é especial. Ela é o tipo de pessoa que ajuda até quem não merece, como você. Ela fez tanto por você e eu não acredito que você foi capaz de abandoná-la assim. Abrir mão do futuro que vocês teriam.

Cara, eu vi ela se despedaçar na minha frente. Ela perdeu o rumo, quis desistir de tudo. Você conseguiu decepcioná-la. Tirar a esperança que ela tinha nas pessoas e em um futuro melhor. Você conseguiu quebrar o coração da pessoa que sempre esteve ao seu lado e enfrentou todos os medos por você.

Cara, você é um verdadeiro idiota. Não percebe que deixou escapar das suas mãos, a menina de sorriso sincero, que te entedia e te ouvia sempre que precisava desabafar. Ela que te empurrava para frente sempre que você pensava em desistir. Você perdeu o amor da sua vida sem nem ver, por motivos tão idiotas  e mesquinhos. Você deu preferência para tudo no mundo, para as coisas mais pequenas e deixou ela sair da sua vida, uma garota que só queria te fazer feliz.

Apesar de tudo, foi melhor assim. Porque agora que ela te deixou pra lá,  a cada nova manhã ela encontra um verdadeiro motivo para ser feliz: ela mesma! E sabe? Foi você quem a ensinou a seguir em frente. A amar ela, antes de qualquer um. A valorizar o sorriso dela, antes de qualquer outro.

Quando você se foi ela aprendeu a viver uma vida que é só dela e descobriu que  nesse novo caminho não há mais espaço para pessoas vazias!

A dona do meu coração

large (3)

Ela chegou apressada. Tirou os sapatos e pulou na cama ao meu lado. Estava frio e ela batia os dentes enquanto puxava a coberta sobre si. Eu olhei para aqueles olhos castanhos enormes e nós dois sorrimos um para o outro. Ela me abraçou apertado como se entendesse toda a saudade que eu sentia.

Passava FRIENDS na Netflix, mas eu só pensava naquele sorriso bobo que ela tem. Sério, quando ela sorri de alguma forma misteriosa você quer sorrir também. Ela parece uma menininha de cinco anos assistindo ao seu desenho preferido. É contagiante.

Eu me pergunto, como alguém assim de repente consegue me entender tanto. Consegue absorver tudo o que penso e sinto. Ela sabe se  preciso de um abraço, se preciso de sorrisos ou até se estou com fome. Ela me pergunta se tomei o remédio na hora certa, se peguei a blusa de frio e se chequei o nível de água do carro.

Quando estamos ali abraçados eu percebo o quanto senti falta dela todo esse tempo que estávamos longe. Pode ser um dia, uma semana, aquela criatura de 1,55 já se tornou uma parte vital de mim.

Apertei ela para ficar mais perto. Que cheiro bom tem esses cabelos. Eu poderia ficar ali sem me mexer por horas que nem iria notar. Ela me tranquiliza, me anima e me entende. Assiste as coisas mais idiotas comigo, sorri das minhas piadas sem sentido e diz que minha comida é uma delícia.

Quando eu olho para aqueles olhos e para aquele sorriso, eu já sei que ela é detentora do meu amor, ainda que eu me engane dizendo que não. Aquela pequena, de pés esquisitos, é dona do meu coração e de todo meu ser.

Olhei para ela mais uma vez antes de desligar a TV. Suspirei em seu ouvido meu primeiro “EU TE AMO”, ouvi seu sorriso acompanhado de um “EU TAMBÉM” e não tive medo, meu sentimento era recíproco. Fechei os olhos e dormi com a certeza de que o amor da minha vida estava bem ali comigo e jamais o deixarei ir.

 

Ele/Ela

123

Das coisas mais loucas do mundo, aquelas duas almas, que nada tem haver uma com a outra, se colidiram e se apaixonaram. Não sei se é amor, mas é algo real, que faz bem a eles.

Dois seres que nunca pensaram ficar juntos. Opostos e tão iguais ao mesmo tempo. E por mais doido que pareça ser, é a união mais linda que eu já vi.

Foi no sorriso dela que ele se perdeu, foi no jeito torto dele que ela se entregou.

Ela viu bondade nele. Percebeu que toda aquela dureza era só uma camuflagem para seus sentimentos. Ela abriu um espaço dentro de si para que ele montasse residência. Deixou para trás as cicatrizes e se jogou em toda liberdade que ele a fazia sentir, toda felicidade que emanava dos dois quando estavam juntos. Ela pulou, de cabeça, sem pensar em consequências e deixou que ele abrisse as suas asas e segurasse suas mãos como quem diz não sairei daqui e ela sabia que era verdade.

Ele viu loucura dentro dela. Percebeu que apesar do jeito delicado e meigo, ela era teimosa e geniosa. Assim como ele transbordava insensatez ao passo que suspirava equilíbrio. Ele viu que ela tinha sonhos e que não tinha medo de agarrá-los. Ele se deixou fazer parte desses sonhos. Permitiu que ela o levasse para longe e o fizesse voar, sem medo, porque ela estava lá, e olhando naqueles olhos castanhos, ele viu que ela nunca mais sairia do seu lado.

Ela descobriu que aquele lobo mau valia muito mais que qualquer príncipe encantado fadado a virar sapo e ele descobriu que ela era a paz que faltava do lado esquerdo do peito.

Mesmo opostos e turbulentos eles seguiram planando juntos. Rezando para que todo espaço de tempo do voo ao chão fosse eterno.