O que eu aprendi com o livro Girlboss

received_1501457556588883

Adoro quando leio um livro que me inspira a querer mudar minha vida ao final de cada página. Ando lendo muito sobre empreendedorismo nesses últimos tempos, pois é um assunto que me interessa muito e me abre a mente a várias oportunidades. Como é de se perceber por conta do blog, sou louca por livros, o meu estilo preferido nos últimos tempos tem sido os livros de auto ajuda e biografias. Me sinto totalmente enriquecida ao final dessas leituras não somente em vocabulário e imaginação como é de costume em qualquer leitura que faço, mas também em conhecimento, inspirações, ideias e inovações. Sinto que posso mudar a minha vida colocando tudo o que li em prática e sempre que acabo uma boa leitura e é exatamente isso que tento fazer. Com o livro Girlboss não foi diferente.

Sophia Amoruso (Escritora, empreendedora e personagem), simplesmente me encheu de insights e me inspirou muito com toda a sua história. Ela leva a palavra Girlboss muito além da tradução literal que é “Ser chefe, uma mulher poderosa“, ela nos mostra que podemos controlar nossa própria vida e realizar nossos sonhos e essa leitura foi tão rica para mim que ao invés de fazer só uma resenha resolvi compartilhar com vocês 5 das lições que aprendi ao longo das páginas em que simplesmente devorei. As demais lições deixo por conta de vocês ao lerem este livro pois ele pode transformar sua vida.

1° Empreender é pra você? – Contando a sua história, a Sophia aborda claramente qual o perfil do empreendedor. Conseguir sempre dar a volta por cima e se reerguer rápido, procurar uma solução para resolver algo que não está te satisfazendo, aprender com toda experiência sendo ela boa ou não ou até o saber aproveitar as oportunidades que a vida te coloca. Essas e outras várias vivencias da Shopia que faz com que você perceba qual o perfil de um empreendedor e se você realmente se encaixa nele ou não.

2° A sua alto confiança é fundamental para que você lidere e receba seguidores – A Sophia da um exemplo claro disso no livro contando uma história de sua infância. Ela conta que quando era criança ela gostava de brincar arrastando uma corda no chão e fingindo que aquela corda era uma pipa, a confiança que ela passava quando brincava era tão grande que as outras crianças passaram a brincar imitando-a. Ela nos mostra claramente nesse exemplo que quando você confia o suficiente em si mesma, ou naquilo em que está fazendo, as outras pessoas passam a te ver com um olhar diferente e a querer imitar sua postura, te seguir nas decisões e a ver em você um exemplo.

3° O seu maior concorrente não é o outro, é você! – Se você quer ser o melhor e crescer, seja na vida pessoal ou em seu negócio, você nunca deve ficar “bisbilhotando”, “gorando” o que o outro faz, desejando que ele se de mal ou tentando apenas passar a frente de seu concorrente. Pra  ser melhor, você deve apenas querer ser melhor que si mesmo. Fazer o melhor que pode a cada dia e se alto superar é a maneira mais rápida e eficaz de alcançar o sucesso.

4° Se você ficar esperando a sorte te ajudar, pode esperar sentada! – A Sophia fala que não acredita no conceito sorte, pois isso tudo não passa de uma desculpa para você sentar, não agir e esperar que algo aconteça. Se você quer muito algo e não faz nada para que aquilo aconteça, claramente, não vai acontecer. Quais são as chances de você não correr atrás, não ter comprometimento e algo que você deseja muito simplesmente cair do céu para você? Ela reforça que acreditar em sorte é simplesmente aceitar que não controlamos o nosso próprio destino e que se algo acontecer não vai depender da sua capacidade ou de sua falha. Então se você deseja muito algo você tem que correr atrás, ter comprometimento, aprender com seus erros e se reerguer sempre que preciso.

5° Não desperdice seus pensamentos, seu tempo e nem o seu dinheiro!– Gastar seus pensamentos com coisas que te fazem mal, não vai ajudar em nada, a única coisa que vai acontecer é o empoderamento daquela situação, aquela pessoa. Se te faz tão mal, não vale a pena gastar seu tempo com pessimismo e atraindo coisas ruins para si. Então ao invés de se preocupar com coisas negativas use seus pensamentos para atrair para você coisas boas que o universo tem a lhe oferecer, trabalhar a sua mente para atrair aquilo que você deseja vai fazer com que você gaste seu tempo e energia em cima disso e obtenha todos os resultados esperados gastar seu tempo com o que te faz feliz te fara uma pessoa realizada e bem sucedida. E com o dinheiro a mesma coisa. A Sophia diz que dinheiro é muito mais que luxo e conforto, dinheiro é liberdade e ela está coberta de razão. Quando você é dona do seu dinheiro e tem controle sobre suas finanças você não tem que ficar presa a um emprego que não gosta, a um lugar que não te faz feliz, a um namoro que não te acrescenta. Ter liberdade financeira te faz uma pessoa aberta a vida e as possibilidades. Então se você souber controlar, aproveitar e administrar seus pensamentos, seu tempo e o seu dinheiro você será uma pessoa realizada consigo mesma.

 

Anúncios

A poesia de Cecília Meireles!

Cecília

Hoje é o dia da linda Cecília Meireles, uma das escritoras brasileiras mais importantes de nossa literatura. E como o Google a homenageou com esta linda imagem sob o luar, resolvi escolher uma de suas maravilhosas poesias para homenageá-la também.

A Bailarina

Esta menina
tão pequenina
quer ser bailarina.
Não conhece nem dó nem ré
mas sabe ficar na ponta do pé.

Não conhece nem mi nem fá
Mas inclina o corpo para cá e para lá

Não conhece nem lá nem si,
mas fecha os olhos e sorri.

Roda, roda, roda, com os bracinhos no ar
e não fica tonta nem sai do lugar.

Põe no cabelo uma estrela e um véu
e diz que caiu do céu.

Esta menina
tão pequenina
quer ser bailarina.

Mas depois esquece todas as danças,
e também quer dormir como as outras crianças.

Esta poesia marcou minha infância, meus tempos de escola. Mas existem muitas outras lindas poesias da Cecília, algumas que você já deve até ter lido, sem saber que era dela. Vá no Google e descubra ainda mais dessa escritora maravilhosa!

Cecília Benevides de Carvalho Meireles (1901 — 1964) foi  uma poetisa, pintora, professora e jornalista brasileira . É considerada uma das vozes líricas mais importantes das literaturas de língua portuguesa.

Beijos e até a próxima!

Decorando com livros!

A Bela e a Fera

Ler é uma das melhores coisas que existem, pelo menos para mim. Ler abre a mente e preenche a alma. Ler faz você viajar, aprender e sonhar!

Como ler é uma coisa tão maravilhosa, nada melhor que usar o tema na hora da decoração. Separei algumas imagens que encontrei no Pinterest, espero que gostem e que inspirem vocês. E para quem não curte muito ler, quem sabe se inspire a começar 😉

Almofadas em forma de livros

Estante de livros torta

Estantes_Clássico

Estantes_Clássicos2

Guirlanda

Inspiração livros escada

Livros abajur

Livros apio casório

Livros apoio mesa (2)

Livros apoio mesa

Livros decor (2)

Livros decor (3)

Livros decor casório

Livros decor

Livros e vidros

Livros em festa

Livros em forma de livros

Livros gaiola

Livros na cozinha

Livros parede

Livros teto

Mesa com livros

Páginas decor de festa

Páginas que enfeitam

Páginas toalha de mesa

Plaquinhas de livros

Plaquinhas_Livros

Quarto

Quarto2

Teto 2

Teto

 

 

Beijos e até a próxima!

A Mediadora!

me (1)

Hoje eu vou falar sobre uma coleção de livros que sem dúvida é uma das melhores que já li: A Mediadora de Meg Cabot!  Uma história que prende totalmente a atenção e te da aquela vontade de acabar logo o livro para saber o que vai acontecer. É o tipo de livro para se “devorar” em um dia.

A história é narrada por Suzannah, uma garota de 16 anos que vê tudo mudar quando sua mãe se casa novamente e muda de Nova York para Carmel, Califórnia para viver com os Ackerman. Suzannah esperava que tudo fosse ainda mais difícil para ela, já que tem o dom de conversar, ver e sentir fantasmas. Dom esse que sempre lhe causou muitos problemas, mas sua ida a Carmel, muda completamente sua vida. A começar pelo morador inesperado do seu quarto, Jesse, um fantasma espanhol, moreno e lindo, que causa uma grande confusão na mente e coração de Suzannah, mas é em  Carmel também que ela conhece o Padre Dominic, diretor da escola em que ela esta matriculada e que também tem o mesmo dom de Suzannah. Ele tenta orientá-la, mas Suzannah é muito rebelde para aceitar ajuda. Ela se mete em muita confusão com diversos tipos de fantasmas e tenta o que pode para solucionar os problemas que os prendem neste mundo. E se não bastasse fantasmas Suzannah tem ainda que enfrentar problemas com humanos como Kelly Prescott e Debbie Mancuso, que acha que é a dona da escola e Paul Slater (mas isso é só no terceiro livro). Mas existem coisas boas como as amizades de Cee-Cee, Gina e Adam, além de descobrir que ganhou uma família incrível.

Resumindo, a história é muito boa, os livros são curtos de até 280 páginas em média. As letras são médias e a leitura muito fácil. A única coisa que me irritou um pouco é que li um livro seguido do outro e em cada um a autora relembra os outros passados, então ficou com um começo um pouco enjoativo. Porém não é algo que tire o sentido ou a vontade de ler o livro.

Avaliação:estrelas4